BCPrime

Cerca de 6 em cada 10 brasileiros não têm reservas financeiras

Cerca de 6 em cada 10 brasileiros não têm reservas financeiras


Postado em Contabilidade

Desde muito tempo se diz que os brasileiros não são os mais bem instruídos quando se trata de finanças. Recentemente pesquisas mostraram que mais da metade da população não tem nenhum tipo de reserva financeira para caso de imprevistos.
Apesar de este problema se agravar nas classes C, D e E (cerca de 82%), as classes mais altas não estão numa condição muito melhor, mantendo este indicador acima dos 50%. Mesmo reconhecendo a importância de poupar agora para se prevenir contra uma eventual urgência, não é comum que se faça isso, como mostra a pesquisa. Os percentuais acima indicam pessoas que não conseguiram poupar nem mesmo um salário mínimo.
Diversos fatores corroboram para manter esta taxa elevada. A maioria dos entrevistados alegou que os baixos salários inviabilizam a criação de uma poupança, justamente pela curta margem líquida de seus ganhos. Há ainda cerca de 17% que não têm nenhuma fonte de renda e apenas uma menor parte (9%) disseram ter perdido o controle sobre suas despesas.
Seis em cada dez pessoas, dentre os mais jovens, afirmaram ter dificuldades em planejar seus gastos, não reservando nada para o longo prazo. Quando, porém, consideramos o público mais velho, este número se torna ainda maior. A superintendente de Educação e Informações Técnicas da Anbima, Ana Leoni, diz que “É uma questão de planejamento e prioridade, independentemente da renda”.
Uma reserva financeira não precisa ter um objetivo específico, entretanto, uma das dicas para quem quer começar a criá-la é o estabelecimento de um objetivo e, se necessário, de metas intermediárias. Este colchão de liquidez, além de ser uma segurança a mais em casos de emergências, pode vir a ser muito conveniente caso surjam oportunidades como viagens, cursos e investimentos novos.
O simples fato de criar o hábito de guardar parte da renda já é algo positivo independente da parcela que esta reserva signifique da sua renda. Leoni bem diz que quem não se priva de pequenos gastos desnecessários hoje, sofrerá no futuro.
Em um país onde as taxas de juros estão em alta na maior parte do tempo, poupar costuma ser extremamente rentável, e um convidativo àqueles que adquirem tal costume. Se você faz parte desta parcela que tem dificuldade em manter uma reserva financeira, pode recorrer a profissionais de economia que te ajudem a colocar seu planejamento financeiro em vigor. Pense nisso para o próximo ano. Comece 2018 com metas estabelecidas para suas finanças e evite futuras dores de cabeça.