BCPrime

Governo exige correção fiscal de 100 mil empresas e bloqueia seus acessos ao Simples Nacional

Governo exige correção fiscal de 100 mil empresas e bloqueia seus acessos ao Simples Nacional


Postado em Notícias

De modo geral, as empresas sempre buscam reduzir suas despesas para criar uma margem de lucro maior. No entanto, um orçamento “enxuto” não é sinônimo de probidade. A fim de reduzir as despesas com impostos, em um dos países com as maiores taxas de tributações do mundo, muitas empresas recorrem à sonegação e se tornam um alvo para a malha fina do Fisco. De modo geral, as empresas sempre buscam reduzir suas despesas para criar uma margem de lucro maior. No entanto, um orçamento “enxuto” não é sinônimo de probidade. A fim de reduzir as despesas com impostos, em um dos países com as maiores taxas de tributações do mundo, muitas empresas recorrem à sonegação e se tornam um alvo para a malha fina do Fisco.

Este é o caso das mais de 100 mil empresas bloqueadas do Simples Nacional pela Receita no início desta semana. Sem aparo legal, elas optaram por assinalar diversas cláusulas redutoras de imposto. Agora terão de acertar sua situação diante do Fisco antes da declaração do Simples do mês, corrigindo a parte legal e pagando o valor necessário para entrarem em conformidade com as exigências dele. Caso não cumpram com tais exigências, serão excluídas do Simples ao fim desde ano.

O Simples Nacional é uma forma de tributação reservada às micro e pequenas empresas que tenham um faturamento bruto de R$3,6 milhões por ano. As empresas que optam por esta modalidade de tributação precisam apresentar uma declaração mensalmente à Receita. As demais modalidades de tributação exigem mais detalhamento e, por conseguinte, são submetidas a um montante de tributação superior ao do Simples.

Problemas como estes podem ser evitados consultando profissionais competentes e empresas de confiança como a Bcprime pois, como afirma o subsecretário de Arrecadação da Receita, João Paulo Martins, há casos em que o próprio escritório incita seus clientes a assinalar os campos que permitirão sonegar. Martins diz ainda que os casos de sonegação terão representação criminal feitas por parte da Receita. Entre em contato conosco e evite cair na malha fina.