BCPrime

Dicas para sua empresa sentir menos o impacto da crise

Dicas para sua empresa sentir menos o impacto da crise


Postado em Variedades

Nos últimos 15 anos, o PIB brasileiro no setor de serviços geral aumentou de 67,7% para 72%, com grande destaque para a atividade de comércio que subiu e 8,3% para 12,3% são números que surpreendem.

Não só neste setor, mas como um todo o PIB brasileiro cresceu nos últimos 15 anos, é notável que as riquezas geradas principalmente pelas empresas contribuíram para que o país tivesse estes números.

Porém nos dois últimos anos fala-se muito sobre a crise e a retração econômica que têm afetado o país trazendo uma retração no PIB de 3,8%.

Diante de situações como esta, diversas empresas acabam revendo seus processos internos para ter melhores resultados e otimizar funções.

Um dos pilares que são mexidos, geralmente é o controle de custo. Pois as empresas precisam reduzir custos com terceiros, e nestes momentos, as empresas precisam revisar organogramas, estrutura, e pessoas que possam auxiliar na otimização do mesmo.

Também deve-se registrar para que os períodos destes custos sejam exatamente para o período correto, sendo assim, ter em mente a data do custo, quando se obtém a receita para pagamento e quando são pagos.

Aliado ao controle de custos, o fluxo de caixa é outro ponto que faz toda diferença neste momento. Investimentos que inicialmente não são necessários, segurar financiamentos e empréstimos que possam onerar a movimentação das empresas.

Deve-se especificar todos os custos das atividades que a empresa tem, com certeza o contador possui estas informações, mas existe algo chamado mapeamento matricial que determina em ordem cronológica os desembolsos relativos a cada um destes custos.

Por fim, para que a empresa possa passar por este período de retração sem sofrer baixas, é necessário que o empreendedor analise as oportunidades, gerar um fluxo de caixa estável, procurar parcerias estratégias que possa executar atividades que talvez seriam oneradas se absorvidas por sua empresa ou até mesmo estudar uma fusão.

Lembre-se que ao mesmo tempo que as crises ocorrem e alguns são prejudicados por sua gestão, outras empresas utilizam períodos como este para se reinventar e conseguir melhores resultados.

 

Fonte: Exame